terça-feira, 3 de julho de 2007

Cabelos ao alto! perdeu, perdeu!



Terça, 3 de julho de 2007, 18h21
Jovem que teve cabelo roubado: perdi parte de mim

Cláudio Dias
Direto de Araraquara

Camuflada atrás de uma cortina branca de pano e mostrando apenas os pés dentro da pequena sala da casa, a comerciária Simone Regina Penteado, 19 anos, aceitou falar pela primeira vez sobre o assalto sofrido no domingo. Ela foi rendida por um casal que roubou quase 90 cm do cabelo quando voltava da igreja em Araraquara, no interior de São Paulo. "Estou com receio de sair na rua, tanto pela violência do assalto, mas também por ter perdido uma parte de mim, o cabelo que eu nunca havia cortado na vida", diz a jovem evangélica.

Caros leitores, esta notícia me espantou. Não por ser uma moça evangélica, e aparentemente muito tradicional. Meu espanto se deve aos novos alvos da cobiça alheia. Invejar um belo cabelo já é coisa muito feia, roubar então. Gente, isso é quase um estupro! A menina nunca tinha cortado o cabelo...
O melhor do meu blog, como eu sempre digo, está nos comentários dos meus leitores. Então, abro a discussão e deixo vocês falarem.

7 comentários:

Belle disse...

detesto ser a primeira a comentar... fica tão em evidência! mas...voltei!
E puta q pariu... na pior hora... q bosta de notícia é essa?

A Sra Penteado não tem mais cabelo! kkkkk Que chacota com a pobre!

Isso sim é uma pilhéria notificativa. É falta do que escrever nos jornais?

Ana Luiza Paes Araújo disse...

falta do que escrever nos jornais, e falata do que escrever no Blog!
HAHAHAHAHAH
Cara, eu não tinha reparado que o sobrenome da mulher é Penteado!
HAHAHAHAHA
qUE Coisa, Penteado sem cabelo...

Priscilla Santos disse...

sinta-se lida.

mas não gostei.

Carlos disse...

Pelo menos disso eu estou livre. Não posso ser assaltado.
Agora, "Penteado perde o cabelo" é uma manchete para lá de absurda...

Carlos disse...

Olha só o que me mandaram. Não lembra alguém que a gente conhece?

Em tempo: o autor, o senhor Mourão Filho, era um golpista de direita. Participou do golpe de 64. Mesmo assim, certas coisas que ele dizia ainda fazem sentido. Infelizmente!

"Ponha-se na presidência qualquer medíocre, louco ou semi-analfabeto e vinte e quatro horas depois a horda de aduladores estará à sua volta, brandindo o elogio como arma, convencendo-o de que é um gênio político e um grande homem, e de que tudo o que faz está certo.
Em pouco tempo transforma-se um ignorante em um sábio, um louco em um gênio equilibrado, um primário em um estadista. E um homem nessa posição, empunhando as rédeas de um poder praticamente sem limites, embriagado pela bajulação, transforma-se num monstro perigoso".

MOURÃO FILHO, Olympio. "Memórias: a verdade de um revolucionário"

Ana Luiza Paes Araújo disse...

pois. Qualquer semlhança não deve ser mera coincidência!!

F F Moniz disse...

Ana, concordo ctg na analogia entre o roubo de cabelo e o estupro. Eu nunca chegaria ao cúmulo de furtar as madeixas de ninguém. E olhe q eu sou careca!! rsrs... Falando sério agora: obrigadíssimo pela visita ao Voyeur! Vim agradecer o comentário e oferecer minha amizade. Seja sempre bem-vinda na minha casa. Um ótimo final de semana para vc!