sábado, 21 de julho de 2007

Como é que pode?


Durante todos estes dias tenho me privado de escrever sobre o acidente com o airbus da TAM, do caos aéreo e das peripécias do Governo. Mas, depois do pronunciamento do "presidenti", da comemoração do secretário e de ler um livro chamado "De Getúlio a Castelo", de Tomas Skidmore, me deu vontade de perguntar: Como é que pode?
Como é que pôde Getúlio mandar e desmandar, converter adversários em aliados, depois de ditador voltar eleito, ser indicado candidato à presidência da república por dois partidos ao mesmo tempo e, ainda depois de eleito senador pelo PSD ajudar a criar e incentivar a população a votar no PTB? (não necessariamente nesta ordem) Como é que pode?
Como é que pode uma crise aérea durar 10 meses, tendo havido um grave acidente, e serem necessárias as mortes de quase 200 pessoas pro "presidenti" resolver se pronunciar e tomar as medidas que ele acha cabíveis?
Como é que pode, pessoas comemorarem um defeito técnico no avião, defeito este que causou as mortes de quase 200 brasileiros, só porque este aliviaria a barra do governo? Onde está a humanidade?
Como é que pode? Como é que pode?
Os brasileiros não mudam? Como é que pôde Lula ser reeleito? Viva a Democracia! Deve ser por isso que tem gente por aí - não me incluo nisso - que acha que democracia é coisa do "DEMO".
A pergunta fica: Como é que pode?
E quando me pareceu que nada poderia tirar o foco do "presidenti", quando eu comecei a achar que o "como é que pode" só cabia à Lula (e aqui entendamos LULA como um molusco mesmo, daí a crase)um fato rouba a cena: Morreu Antônio Carlos Magalhães. Como é que pode? O que será da Bahia? Diante disto os meus "como é que pode" e as minhas palavras silenciam.
____________________________________________

Paola pensando: Como é que pode?

Como é que pode eu nunca ter visto um anão preto na rua, de perto? Será que só pânico na TV tem um anão negro? Será que os anões são racistas? Será que na televisão eles pintam os anões? Como é que pode??
Desde que meu preofessor me questionou se havia filhotes de pombos na rua, eu fiquei incucada. Alguém aí já viu???
_____________________________________________
Ana Luiza e Vicente conversando (com um globo terrestre nas mãos):

AL: irmão, tô olhando aqui no globo e percebi que se os portugueses tivessem saido em linha reta chegariam na América de fato, perto de NY. Como é que pode?
V: Você já ouviu falar que português é burro???

5 comentários:

*Mr. Tambourine* disse...

huahuahuahuahuahuhuahua....

Você vai entender do que eu to rindo quando ver o meu ultimo post. Estamos falando da mesma coisa, mas com visões muuuuiiitttto diferentes.

Agora, só uma pergunta: É possível fazer uma comparação válida entre Getúlio e Lula? A meu ver não. Os contextos sociais, economicos e institucionais eram outros.

Negociar com os militares, pós regime de exceção, é muito dificíl, pois você não está conversando com empresários ou empregados, você está discutindo com quem garante a soberania sobre o território e o uso da força. É muito complicado, por isto que entendo a demora da resolução de uma crise aérea.

Ah, você também é sempre bem vinda.
Sempre acho seus posts interessantíssimos. Fico impressionado com a sua facilidade de ironizar pelas entrelinhas. Muito legal!

Priscilla Santos disse...


Hey! Mr. Tambourine Man, play a song for me
(piada tosca, mas irresistível)

ana, como te disse, discordo absurdamente da forma como você coloca as coisas. melhor, vou refazer; até certo ponto, concordo com o que você diz, mas discordo sem tirar vígula de como você diz.
acho que, se você, inicialmente, queria guardar silêncio quanto à tragédia, deveria tê-lo mantido porque, nas lonhas finais você falou de coisas que não tinham nada a ver, acho que acabou por tripudiar da seriedade do assunto.
outra coisa - algo que eu já disse - como pode você achar que o povo é burro? não...o povo não é burro e por isso elegeu Lula. somos cheios de fé demais, acreditamos demais no apelo aos sentimentos, é isso. não é burrice, é irracionalidade perigosamente imoderada.
E como pode você questionar os benefícios da democracia? ah sim, isto está ligada à suposta falta de sabedoria do povo...ok...
ACM morreu. A Bahia supera, tenho certeza. Deus morreu e o cristianismo só fez florescer... não acredito no neo-carlismo, vamos ver como os sucessores do homem se comportam.

um beijo
espero não ser levada a mal (ou mau? ultimamente não sei mais)

Ana Luiza Paes Araújo disse...

mal com "l", não levei. não quis tripudiar da tragédia alheia, se foi o que pareceu, não foi a minha intenção. mas ó, sabe o que é, tava todo mundo falando muito sobre estas coisas, eu quis falar de uma maneira descontraída e mostrar que é um fato tão incompreensível e inaceitável como todos os outros que citei. O povo é burro sim, e aqui não temos negociação. Deus morreu,mas ressuscitou e isso faz toda a diferença.
Beijo procê também.

Priscilla Santos disse...

acho burrice achar que o povo é burro. mas, como não tem negociação
deixemos pra lá. coisa do demo.

*Mr. Tambourine* disse...

À pedidos:

I'm not sleepy and there is no place I'm going to.
Hey! Mr. Tambourine Man, play a song for me,
In the jingle jangle morning I'll come followin' you....
huahuahuahuahuahuahua

Ah, respondendo os comentários, tanto o seu quanto ao da Priscilla:

Então, você partiu do pressuposto que o Lula é ignorante e o povo que votou nele. Respeito sua opinião e discordo (para variar...huahuahuahua).
Não sei se é sua opinião, mas já vi muita gente falando que é porque ele é trabalhador e/ou "analfabeto". Tomara que sua crítica à ignorância dele seja devido à aspectos de negociação e não às aspectos pessoais que são dificéis de se perceber, sem um viés preconceituoso.


Então, você me recomendou o Sermão para ler. Assim que eu achar na internet eu leio, pois as bibliotecas estão em greve. Se você quer a minha opinião para entender o Getúlio Vargas, recomendo o livro "Gramática Política do Brasil" do Edson Nunes. Um excelente livro que mostra como Getúlio arquitetou a sua dominância e, principalmente, como fez para dominar a todos do seu governo. E de novo, já estou ficando repetitivo, não podemos comparar Getúlio e Lula. Não por suas razões - que discordo -, mas simplesmente por serem contextos diferentes.

Diferentemente da esquerda burra, eu vejo graves defeitos no Lula. E uma delas, destacada por você nas entrelinhas, é a dificuldade de se tomar decisões em cima da hora.

Então, partindo para o lado pessoal:
Eu sou o famoso centro-esquerda. Afinal, nem tanto o mar nem tanto a terra. Ah, e também não sou burro!!
huahuahuahuahuahuahuahuahuahuhuahua


Ah, já ia me esquecendo:

Tanto nós, sociológos, quanto vocêsm historiadores, temos uma empreitada dificíl. Temos que lutar por uma educação. Eu acho que esta devia ser a nossa luta - da ciências humanas - independentemente da posição no espectro ideológico.